quinta-feira, 30 de abril de 2009

Uma Sala um Autor...


Uma Sala, um Autor...Foi uma óptima ideia!
Os alunos de 2º Ciclo, após terem escolhido o autor para a sala onde têm aulas, ficaram intrinsecamente motivados para lerem as obras dos autores e procurarem saber um pouco mais acerca dos escritores.
Todos eles aceitaram o desafio de apresentarem trabalhos relacionados com este tema.
As fotografias que se seguem demonstram o empenho de alunos de 5ºano , que procuraram documentar e ilustrar conhecimentos, recentemente adquiridos, acerca das escritoras das respectivas salas: Luísa Ducla Soares e Rosa Lobato Faria


terça-feira, 28 de abril de 2009

Mais Autores

Os alunos do 5º A pesquisaram e elaboraram uma apresentação sobre Alice Vieira, a autora escolhida para a Sala 1, no âmbito das actividades preconizadas pelo Projecto A Ler+
Alice Vieira

Trabalhos sobre autores das salas de aula

No âmbito do Projecto A Ler+, os alunos de Língua Portuguesa, do 2º Ciclo, continuam a ler entusiasticamente as obras dos autores das respectivas salas e a recolher e tratar informação biobibliográfica , como se constata pelos trabalhos sobre António Mota, António Torrado e Vergílio Alberto Vieira, que aqui se publicam.
Vergílio Alberto Vieira
António Torrado
António Mota

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Como foi o Dia Mundial do Livro na Biblioteca André Soares


Para assinalar este dia tão importante, a biblioteca presenteou os alunos que estão ALer+.
Assim, muitos, muitos leitores receberam o distintivo "Tou ALer+", canetas e porta-CDs, mas queremos oferecer mais presentes aos que estão ALer+: alunos, professores e Auxiliares. Para isso basta... estar ALer+!!!


Regina Campos

sábado, 25 de abril de 2009

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Dia Mundial do Livro



“ Como dizer-te que não custa morrer?, de Maria Adelaide Valente


O reencontro adquire valor, no tempo em que o tempo foge ao próprio tempo e a vida deixou de ser feita apenas de encontros e desencontros.
Por ser o “ O Dia Mundial do Livro”, não resisti a, em poucas palavras, me reportar, ao almoço realizado no dia trinta e um de Março, uma nova forma de celebrar a Páscoa, em que Maria Adelaide Valente nos brindou com a oferta de “ Como dizer-te que não custa morrer?, da sua autoria.
A liberdade de estilo, o rigor e a meticulosa escolha da palavra certa, ombreando com a elegância do discurso impelem o leitor à descoberta das personagens, alimentando a curiosidade e o interesse até à última página.
Através de Sara, Mateus e outros, a autora promove a reflexão acerca da realidade, num mundo globalizante, propício ao sucesso profissional, por vezes, máscara de autênticos dramas pessoais. E, a perpassar estes quadros bem realistas, sempre ternura e afecto em abundância, um convite ao leitor para que viva cada momento como se fosse único e o último.
Adelaide Valente faz uma incursão ao mundo da memória longínqua, talvez inexistente para alguns, ou ainda recente para aqueles que vivenciámos situações próximas dos “quadros” representados em “ Com Chave Dourada “ e “ Contabilidades”.
Ao ler “ Do Caldo de Saramagos de D. Adelaide…” estou certa que nem todo o leitor sabe o que isso é… Memórias de um passado -presente, recheado de carências.
Em minha opinião, “ Como dizer-te que não custa morrer? permite muitas leituras: cada leitor, sua leitura!


Maria da Glória Alves

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Dia Mundial do Livro


É hoje o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor!
Esta efeméride é comemorada desde 1996, por decisão da UNESCO, no dia 23 de Abril, dia de São Jorge.
Esta data foi escolhida para honrar a velha tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de São Jorge e recebem em troca um livro.
Para além disso, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, Shakespeare e Cervantes, falecidos em 1616, exactamente a 23 de Abril.